Como se inscrever no Bolsa Estudante?

Aprenda como se inscrever!

Sabia que seu esforço na escola pode valer dinheiro? Isso mesmo! O programa Bolsa Estudante oferece um benefício financeiro para os estudantes.

Com isso, os jovens brasileiros podem conquistar seu tão sonhado diploma do ensino médio e ainda poder receber até R$ 218,00 por mês.

Conteúdo relacionado

Cursos gratuitos do Avamec

Através dos cursos gratuitos do Avamec, você pode se qualificar de forma online e garantir certificado de conclusão. Confira!
CONFERIR
*Você permanecerá no site atual
X
Cursos gratuitos do Avamec
CONFERIR *Você permanecerá no site atual

Quer saber como participar do programa de poupança do Governo Federal? Basta conferir um passo a passo completo neste conteúdo!

Regras para participar do Bolsa Estudante

Assim como qualquer outro programa do Governo Federal, algumas regras de participação são estabelecidas para os estudantes.

Isso porque o programa é dedicado apenas para alguns públicos específicos, ou seja, aqueles que mais estão precisando.

Variavel
source
Para receber vagas, basta se cadastrar

A princípio, poderão se inscrever no programa de transferência os seguintes públicos:

  • Jovens de famílias de baixa renda, com renda per capita de até R$ 280,00;
  • Estudantes regularmente matriculados no ensino médio nas redes públicas;
  • Possuir registro no Cadastro Único.

Além das condições para participação, há também exigências para a continuidade dos jovens neste projeto.

Fonte: Portal FDR

Desse modo, torna-se viável receber mensalmente a quantia determinada pelos órgãos responsáveis. Logo, o acesso ao benefício será regulado pelos seguintes critérios:

  • Frequência escolar;
  • Aprovação ao fim do ano letivo;
  • Matrícula na série subsequente, quando for o caso;
  • Participação nos exames do Sistema de Avaliação da Educação Básica – SAEB e nos exames aplicados pelos sistemas de avaliação externa dos entes federativos para a etapa do ensino médio;
  • Participação no Exame Nacional do Ensino Médio – Enem, para aqueles matriculados na última série do ensino médio.

É fundamental dar atenção a todas as regras, porque assim você evita qualquer problema na hora de garantir sua participação no programa. 

Documentos necessários para se inscrever no Bolsa Estudante

Mais um ponto que você precisa dar atenção é a documentação, uma das suas principais etapas de inscrição.

Isso porque, a partir do programa, o sistema consegue avaliar todas as suas informações, confirmando se são válidas.

Dessa forma, sua inscrição é facilmente aprovada pelo órgão responsável pelo processo de inscrição. A princípio, você precisa ter em mãos os seguintes documentos:

  • Documento de identificação com foto;
  • Cadastro de Pessoas Físicas (CPF);
  • Comprovante de residência;
  • Comprovante de rendimentos, se houver;
  • Termo de concessão de bolsa preenchido e assinado pelo gestor da escola ou pela AE.

Vale ressaltar que a documentação pode variar conforme a região. Portanto, é aconselhável verificar junto ao órgão responsável quais documentos são exigidos.

Conteúdo relacionado

Cursos Gratuitos da HubSpot Academy

Quer se qualificar gratuitamente? Com os cursos gratuitos da HubSpot Academy, você tem a chance. Confira as opções!
CONFERIR
*Você permanecerá no site atual
X
Cursos Gratuitos da HubSpot Academy
CONFERIR *Você permanecerá no site atual

Como se inscrever no Bolsa Estudante?

Como o programa encontra-se em seus estágios iniciais, até o momento, não foi divulgado um procedimento de inscrição específico.

No entanto, dado que um dos requisitos de participação é o cadastro no Cadastro Único (CadÚnico), uma maneira de assegurar o benefício é manter o registro ativo.

Fonte: imagem da internet

Assim, apresentamos um guia passo a passo para realizar o cadastro no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). 

Dirija-se ao CRAS (Centro de Referência da Assistência Social) mais próximo de sua residência, portando os seguintes documentos:

  • RG;
  • CPF;
  • Comprovante de residência;
  • Documento de cada um dos membros da família.

Finalmente, faça a requisição do cadastro e complete um questionário socioeconômico, incluindo todas as informações sobre sua renda e demais dados. É importante ressaltar que o titular do cadastro deve ter mais de 16 anos.

Podem participar do processo de inscrição as famílias com renda máxima de meio salário mínimo por pessoa.